Boscodonordeste

PARABAIANO - Paraibano criado na Bahia, colocando letras em movimento

Textos

Pensamentos nº 4
1. O trabalho dignifica o homem no seu cativeiro. Quem trabalha muito não tem tempo para ganhar dinheiro;
2. O errado de quem não pensa no futuro, é pensar que o presente é a única forma de pensar corretamente. Viver melhor é conjugar o verbo amar em todos os seus tempos verbais;
3. Louco é quem tenta explicar o amor: O amor é assim ...  como eu direi .... inexplicável ... um sentimento louco ... uma loucura intensa ... uma doença que toma conta de mim, somente por que eu tento explicar também;
4. Quando estamos sofrendo, Deus não está nos castigando, e sim fazendo um teste para saber nossa reação na tristeza, pois na alegria todos nós reagimos iguais;
5. Na estrada da vida as curvas são perigosas, e as placas de sinalização estão numa reta, dentro da nossa mente;
6. O homem é difícil de ser adquirido, mas é fácil de ser levado pelas mulheres;
7. Foque o seu alvo na sua vitória, e não na derrota do seu adversário para ser feliz. Quem quer ser feliz com a derrota dos outros, pode ganhar e não levar;
8. A mentira causa traumas, mas é a arma dos fracos. Os fortes assumem as consequências das suas verdades, com o coração desarmado. A verdade só dói, mas a mentira dói e dilacera a alma, deixando o conserto mais difícil;
9. A voz do amor sempre estará ressoando como um filhote de pássaro no cantinho do ninho do coração de quem ama;
10. Os poetas são seres humanos sensíveis como uns pássaros sem asas, que fazem das palavras as asas da sua imaginação;
11. Poeta não tem idade, pois a sua escrita é o passaporte para a eternidade;
12. O caminho errado é aquele seguido sem que se saiba da existência de outros;
13. O pior inimigo é aquele que fica parado em nosso espaço e conhece todos os nossos movimentos;
14. Perdoar grandes erros é permitir que eles sempre se repitam;
15. Ser feliz é fazer com que a felicidade dos outros façam a sua. Ninguém vive feliz sem amar alguém. Quem tenta viver assim, poder ter um bom começo, sem meio, e dificilmente terá um bom fim.
João Bosco do Nordeste
Enviado por João Bosco do Nordeste em 25/08/2014
Alterado em 24/01/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (boscodonordeste). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras