Boscodonordeste

PARABAIANO - Paraibano criado na Bahia, colocando letras em movimento

Textos

Pensamentos nº 5 - Da série "Amor".
1. Ame hoje, pois o futuro será o presente refletido na eternidade, e não terá como voltar ao passado para descobrir quem te amava.
2. Ame enquanto é tempo, pois quem não ama agora poderá não ter mais ninguém para amar no futuro.
3. Não pense que somente o amor poderá sarar todos os sofrimentos. Às vezes faz até sofrer mais.
4. Implorar a alguém que te ame é munir o inimigo de uma arma letal e poderosa carregada que poderá ser usada no futuro para explodir você.
5. A vida será nossa companheira de saúde se amarmos, afastando doenças do tipo rancor, depressão e solidão.
6. Somente consegue caminhar num claro chão de estrelas quem souber voar e sobreviver a trovoadas, tempestades e noites escuras.
7. Quando alguém pensa demais no amor de outra pessoa, ou ela o esquece, ou ele esquece de si.
8. O primeiro sintoma da sensatez na louca infelicidade é o amor de alguém vivendo em paradoxo.
9. Os rápidos erros contidos nas terras de um amor carnal podem causar rachaduras no coração, mas se ficarem por muito tempo, podem abrir espaço a novos tremores difíceis de corrigir.
10. Perdida a direção das conclusões, o amor ficará à deriva e poderá se perder nas ondas dos tsunamis dos mares da vida.
11. O mais importante é entender o lado subjetivo do amor, para que se possa viver com mais objetividade e sem a ilusão da paixão.
12. Amar ainda é o melhor meio de agradecer. Obrigado!
13. Chore! Na correnteza das lágrimas pode estar saindo a sujeira que alguém jogou na sua alma, fingindo que era o amor.
14. O amor é como o oxigênio da brisa, que enche de ar a vida e nos faz respirar melhor pelos pulmões da razão.
15. Somente um covarde é incapaz de amar, pois o amor exige coragem de correr riscos nas capitais do afeto e chegar ao interior dos corações.
João Bosco do Nordeste
Enviado por João Bosco do Nordeste em 27/08/2014
Alterado em 04/01/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (João Bosco do Nordeste). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras