João Bosco do Nordeste
Professor Mestre em Educação e Administrador empreendedor
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
No velório
Um cara casado procurava sempre a prostituta Inel na zona para transar, fazendo até promessas de casamento. Dizia que era solteiro e que morria de paixões e amores por ela.  
Infelizmente, um dia faleceu.
No dia do velório, a sala cheia de parentes, entrou uma mulher e disse:
- Não falei? Que mentira tem pernas curtas? Bem feito. Nunca mais me procure, cafajeste!
Saiu da sala e ninguém entendeu nada.
João Bosco do Nordeste
Enviado por João Bosco do Nordeste em 07/08/2014
Comentários
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links