João Bosco do Nordeste
Professor Mestre em Educação e Administrador empreendedor
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Os erros dos Poetas
O “Cometa erros” é um astro desde o homem ao nascimento.
É a sina do pecado que as almas carregam no seu interior.
Se o erro for complexo, vai gerar constrangimento.
Mas se um dia tiver conserto, a dor transforma em amor.

Que nunca habite no inferno essa estrela incandescente,
Pois o que leva à derrota é viver nesse “Cometa”.
Que ninguém prossiga errante de uma forma consciente,
E volte logo para o bem, fuja do raio do capeta.

O pecado é um punhal, que a qualquer hora fere,
Se não tiver resistência, ele cumpre as suas metas,
Pela porta do poeta, o pecado entra e adere.

Basta estar apaixonado, expressando um sentimento,
Um poeta machucado manda que pecado espere,
Pois os erros e o pecado são criações dos poetas.
João Bosco do Nordeste
Enviado por João Bosco do Nordeste em 07/08/2014
Alterado em 23/04/2015
Comentários
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links