João Bosco do Nordeste
Professor Mestre em Educação e Administrador empreendedor
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Eu vim para dizer ...
Eu vim para dizer que o amor existe,
E que não tem vida infeliz quem ama alguém.
Basta olhar o reflexo que vem da água,
No rio da tua mágoa, mergulhada na tua alma.

Eu vim para dizer que sou culpado,
Por ser assim como uma ilha, cercado de ilusões.
Em toda parte que eu ando, as lágrimas são derramadas,
Pode ser até bem rude, os caminhos das estradas.

Eu vim para dizer que estamos no caminho,
De amor achado e perdido, depois de grande jornada.
Rompendo as horas do tempo, conflitos de toda idade,
Procurando com esperança, encontrar a felicidade.

Eu vim para dizer que andei por quinze cidades,
E que no peito ainda bate um coração ativo.
Caminhando por jornadas que ás vezes eram felizes,
E até mesmo infelizes, mas é o que nos mantém vivo.

Eu vim para dizer que prefiro a paz de Cristo,
Mesmo que sabotada pelo ódio no caminho.
Somente assim poderemos ser úteis na nossa vida,
Dando uma ponta da coberta no calor do nosso ninho.

Eu vim para dizer que acordem para a vida,
A vida não deu replay quando alguém daqui partiu.
Mesmo para o arrogante ninguém sabe o que o espera,
Talvez vá parar na ponte, naquela que o pariu.
João Bosco do Nordeste
Enviado por João Bosco do Nordeste em 13/08/2014
Alterado em 23/04/2015
Comentários
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links