João Bosco do Nordeste
Professor Mestre em Educação e Administrador empreendedor
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Cantigas de roda
1 - Se eu fosse um artesão, eu fazia um caçoar,
Na forma de um coração, para sempre lhe guardar.

2 - Subi na asa da pompa, voei pra Madagascar,
só pra ver se encontraria, minha sereia do mar.

3 - Eu lhe dei uma rosa branca, ela foi prova de amor,
você devolveu pra mim, e o espinho me furou.

4 - A manga madura é doce, doce igual favo de mel,
mas a vida sem amor é amarga feito um fel.

5 - Eu te abraço feito como a casca, de uma árvore estrondosa,
pra você ficar mais perto, bem quentinha e mais gostosa.

6 – Gira, gira, gira e roda, e não saia do lugar,
teu amor encheu meu mundo como a água encheu o mar.

7 - Do bico de um papagaio, teu nome vem do além,
pra dizer que ainda me ama, “meu amor, te quero bem”.

8 - Me dá tua mão (coração)
Olha pra mim  (coração)
Diz que me ama (coração)
Até o fim  (coração)

Quando te vejo (coração)
Eu faço um laço, (coração)
Te prendo agora (coração)
Com o meu abraço (coração)

9 - Tomara que teu pai já queira, você grudadinha em mim.
Tomara que a sua mãe concorde, que você é um avião.
Agarra peão, voa peão, vai pelo mundo, levanta do chão. (bis)

10 - O sabiá a sós biou (assobiou, assobiou),
Todos virão seu cantar (seu cantar, seu cantar),
Pra me dizer ao meu amor (meu amor, meu amor)
Esperar pra nós casar. (nós casar, nós casar)

11 - Eu sabia (sabiá). E você também sabia (sabiá).
Que o cantar do passarinho (sabiá) é o saber do sabiá. (sabiá)

12. Quando a chuva cai na terra, e levanta um poeirão,
pode subir lá na serra,  que é mais alta que o chão.

14. O siri bateu na lata, quis ir morar no Japão,
mas os olhos da Sirina, jogou a lata no chão.
Se eu tivesse uma Sirina, de olhinhos apertados,
no Japão eu moraria, só pra ficar do seu lado.

Beija Sirina, abraça Sirina, nos olhos apertadinhos, tem o amor dessa menina.

15. A flor da bananeira é o umbigo da banana,
O amor dessa menina é o melhor caldo de cana.

16. O passo que passa passa, vai até longe demais,  
Quem puder chegar primeiro, ganha um beijo do rapaz.

O passo que passa passa, vai na estrada e não termina,  
Quem puder chegar primeiro, ganha um beijo da menina.

17. Se você meu bem querer, quer pegar na minha mão,
Eu prometo vir da lua pra te dar meu coração.

Na lua a casa é bonita, virada pra o firmamento,
Mas quem sai da sua cadeira, na terra perde o assento.

Pra ganhar o coração da menina lá da lua,
Basta pegar na sua mão, dar um beijo e será sua.

Se quiser voltar a sentar, a cadeira lhe espera.
Declame uma poesia, ou o seu lugar já era.

A Lua é um mar de areia, o mar é onde a chuva apeia,
A doce menina é da lua, a salgada é uma Sereia.    

Senta a bunda no chão, peão! Senta a bunda no chão!

18. Cherazade lá da Pérsia, era filha de um vizir.
Uma linda princesinha, bem capaz de seduzir.
Ameaçada de morte por um rei de um harém,
narrava seus belos contos, As mil e uma noites também.

19. Xica da Silva, criada por João Felício dos Santos,
teve uma vida agitadinha.
Escrava alforriada, foi quase uma pomba-gira,
que logo virou rainha.
Gira a pomba, vira Chica. Gira Chica, pomba Gira.
João Bosco do Nordeste
Enviado por João Bosco do Nordeste em 25/08/2014
Alterado em 25/08/2014
Comentários
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links