João Bosco do Nordeste
Professor Mestre em Educação e Administrador empreendedor
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Uma rádio FM no interior, parte II
Como vimos na parte I, numa cidade do interior do Brasil foi instalada a primeira rádio FM, uma novidade para aquele povo simples. Era por volta de 1984.
Tudo estava pronto, mas faltava escolher os radialistas ou repórteres para comandarem a programação.
Na terça feira foi a vez de Sassá chumbinho, aquele que ficou conhecido por matar ratos na cidade, com determinado tipo de veneno.
Como sempre, o MSI - Miserável Sacaneador de Iniciantes, Adão, preparou os textos e as músicas.
Começou Sassá:
- Bom dia meus povos e minhas povas da roça e das carroças, aqui é Sassá. Sou o falador da rádio Bragança, que fala para a cidade e cochicha para a vizinhança! Nesta terça feira, que vem depois da segunda, é dia da previsão do tempo. Hoje vai ser um dia duvidoso, mas amanhã vai ser pior. Aos ouvintes que nos ouve, nem compre guarda chuva, pois o tempo só está quente na cabeça da ponte, onde dá para botar ovo para fritar, mas no resto fora da cidade é seca e gado com fome. Estrume pelas ruas da cidade é sinal de sujeira, e não de chuva. Vai esquentar com a máxima de graus elevados para cima e para baixo. Domingo pode chover ou não, depende da previsão.  
A primeira parte do programa já havia sido apresentada. Ele tomou um gole de água e continuou:
- Este programa é um oferecimento do Mercadinho do seu Quinca, onde você encontra de tudo. Lá você compra a Cachaça Atitude, a que dá mais tontura na hora do pega pra capar. Tome uma atitude homem!  Se preferir tome o Conhaque vergonha, mas não faça como Albertina do cartório, que foi buscar o marido e levou vergonha na cara. É uma má ideia ficar tontinho. Ah! Cachaça água dura, aquela que quando você toma, deixa você mais  mole. Mas beba com modernização.
Tomou uma xícara de chá de arrumã e continuou:
- Agora as notícias: O vereador seu Oto, aquele que pediu seu voto, foi afastado da câmera (!) por falta de doença. Ele queria descansar, mas ainda não morreu.
Continuou:
- Vamos agora as notícias internacionais: Na Índia, a primeira ministra Indaira Ganddai (*) foi assassinada de morte de frente pelo guarda costas da facção sikh. O que a gente do nordeste não entende é como um guarda costas não protegeu a frente da senhora morta, não é? No Brasil, explosões deixaram em chamas a Vaila socó (**), em Cubatão, matando 93 pessoas e deixando entre mortos e feridos uma tragédia de fogos em São Paulo a ver navios. Mas como São Paulo não tem praia, os investigadores estão querendo saber como apareceu esse  tubarão assassino, com tanta raiva.
- Agora vamos ouvir uma página musical internacional. Com vocês Boni Tailer, no total Eclipis ofi dê rearte (***)
Ao final ele gritou:
- Arri égua! Solta a peste do som dingei(****).

Aviso aos leitores: Em breve veremos a parte III – final, com o locutor sulista, do Rio de Janeiro, sua malícia nas palavras, mas sem conhecer o Nordeste direito.



(*) Indira Gandhi
(**) Vila socó
(***) Bonnie Tyler – Total Eclipse of the Heart.
(****) DJ
João Bosco do Nordeste
Enviado por João Bosco do Nordeste em 02/06/2016
Alterado em 05/01/2018
Comentários
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links