João Bosco do Nordeste
Professor Mestre em Educação e Administrador empreendedor
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
ILDES FERREIRA DE OLIVEIRA - Um nome para não ser esquecido
Em 02/07/1980 foi fundada a Associação dos Pequenos Agricultores do Estado da Bahia, e naquele período o professor João Bosco da Silva trabalhava no Banco do Nordeste do Brasil S/A. (BNB), que passou a dar apoio ao início daquela valiosa entidade, como fábrica de tapetes e carpetes de sisal em Valente, município distante 244 quilômetros de Salvador (Bahia), criada após mobilização de agricultores do semiárido, em Salvador para pedir ao governo do Estado o fim do imposto sobre os produtos da agricultura familiar nas feiras livres. O BNB passou a apoiar a associação, juntamente com o Instituto de Cooperação Belgo-Brasileiro de Cooperação para o Desenvolvimento Social - DISOP (do governo da Bélgica), e da Inter American Foundation, dos Estados Unidos.
O amigo Ildes Ferreira de Oliveira nasceu 05/08/1948, em Valente, onde conviveu com todas as dificuldades de sertanejo pobre, trabalhando na agricultura familiar e na lavoura do sisal, onde também iniciou sua militância política. Em 1987 concluiu o Mestrado em Sociologia Rural na Universidade Federal da Paraíba (1987) e em 2013 o doutorado em Desenvolvimento Regional e Urbano pela Unifacs - Universidade Salvador.
Naquela época o professor João Bosco manteve muitos contatos com o então estudante Ildes Ferreira, de Ciências Sociais da Universidade Federal da Bahia, além de outras pessoas e representantes da Apaeb, como o Sr. Ismael Ferreira, assinando protocolos, contratos e apoio, inclusive levando dinheiro do PRONAF – Programa Nacional de Apoio à Agricultura Familiar, a partir de 1996, quando o programa foi criado. No período Ildes também atuava no Movimento de Organização Comunitária (MOC) (de 1974 a 2015), no cargo de Secretário Executivo.
No Banco do Nordeste o professor João Bosco foi gestor em agências de 15 (quinze) cidades do Nordeste, perdendo com Ildes o contato nos meados da década de 1990. Após quase 30 anos, mas o destino fez com que eles se reencontrassem, e por incrível coincidência do destino, o professor Bosco em 2013 de uma seleção pública para coordenar o projeto Feira Produtiva, de economia solidária, da Prefeitura de Feira de Santana, criado pela determinação do amigo Ildes Ferreira – então Secretário de Desenvolvimento Social (SEDESO), e do prefeito José Ronaldo de Carvalho, ficando João Bosco em segundo lugar na classificação, apesar do desempenho nas provas, títulos acadêmicos e experiências profissionais no BNB, sendo que somente em 2015 foi convocado para aquele trabalho, oportunidade na qual o servidor que ficou em primeiro lugar desistiu do emprego e pediu demissão. Por incrível que pareça, ao assumir o cargo, o secretário recordou um pouco dos tempos antigos e da amizade em Valente, normalmente também atualizávamos as informações em conversas no “Whiscritório” perto de sua casa, tornando-se ainda mais amigos do que o da época do início da Apaeb. João Bosco tornou-se uma pessoa de casa, pode-se dizer, pela amizade com os filhos, filhas, esposa e sobrinhos. Até o fim.
No projeto Feira produtiva da SEDESO conseguimos aprender com o então secretário e amigo muito de administração, determinação, compromisso, respeito e amizade, melhorando as vidas de famílias de mais de 50 (cinquenta) comunidades rurais e urbanas, em associações comunitárias de economia solidária, abrangendo quase 9.000 (nove mil) atendimentos diretos e indiretos, de 2015 a dez/2019, trabalhando em parceria, e em conjunto com outros equipamentos da Prefeitura em sua Secretaria, tais como os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), Centros de Referência Especializada da Assistência Social (CREAS), Centro Profissional Juiz Walter Ribeiro (criança e adolescente), Centro de Capacitação e Apoio à Família (CICAF), Centro de Acolhimento de Idosos D. Zazinha Cerqueira, Curso de Pré-Vestibular Cidadão, Programa Bolsa Família, do Cadúnico Municipal, Programa de Convivência Social e Cidadania nos Residenciais Minha Casa Minha Vida, Casa de Acolhimento de Crianças Raul Freire, Centro de Referência Maria Quitéria, Centro POP, Casa Abrigo, Conselhos Municipais de Gestão, além da gestão de convênios com Organizações Não Governamentais.
Entretanto, no dia 21/05/2019 Deus o chamou para outras atividades no Céu, deixando as suas inúmeras ações sociais, que o colocou na história da política honesta e honrada da Bahia. Chegou o tempo de descanso. A Terra perdeu um homem honrado e digno. O Céu ganhou um Anjo trabalhador.
Tivemos honra de sua amizade e ensinamentos.
Ficou a saudade!
João Bosco do Nordeste
Enviado por João Bosco do Nordeste em 19/07/2020
Alterado em 07/09/2020
Comentários
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links